Teve início segunda-feira (16) nas Comunidades do Pinhão e Bonfim, zona rural de Vieirópolis, Alto Sertão da Paraíba, pertencentes à Paróquia de Sant´Ana e São Joaquim a tão esperada Semana Missionária do Dízimo. O trabalho missionário está a cargo de Raimundo Domingos da Costa com 22 anos de missão e Francisco de Souza Ferreira que tem seis anos de missão.

A coordenadora da Comunidade Jesus Pérola Preciosa, Lanusia Costa disponibilizou o alojamento da Comunidade para o pernoite dos missionários. A comunidade acolheu com carinho os missionários. A Semana do Dizimista termina domingo (22) em todas as comunidades rurais da Paróquia de Sant´Ana e São Joaquim.

Toda a Paróquia de Sant´Ana e São Joaquim está preparada, cada uma com sua criatividade e desejo de fazer dessa semana um momento de graças, levando aos fiéis católicos a importância de ser dizimista, não somente pelo fator financeiro, mas sim como sinal de expressão de fé em Deus e responsabilidade com a Igreja.

“Em cada comunidade haverá momentos celebrativos, visitas às famílias, café comunitário às 6h na Gruta Nossa Senhora das Graças na Comunidade do Pinhão e o ofício de Nossa Senhora e no domingo (22), às 8h, será celebrada uma missa na Capela de Santa Clara da Comunidade Jesus Pérola Preciosa tendo como celebrante o padre Eliseu Soares de Oliveira”, informa Noêmia Virgínia Barbosa Moreira (Dinha).

DÍZIMO – O QUE É?

O Dízimo é a décima parte oferecida a Deus e, em nosso caso, à Igreja. É uma forma estipulada e educativa para levar a comunidade a se lembrar concretamente de Deus. Não foi a Igreja que inventou o dízimo. Ele é a resposta do homem e da mulher à bondade e à misericórdia de Deus.O Dízimo só faz sentido quando a pessoa aprende a fazer experiência com Deus. Haverá a necessidade de se educar para essa experiência com Deus. Fundamentalmente é uma questão de espiritualidade bíblica, que deve ser trabalhada na comunidade de fé.

“Ser dizimista, na sua raiz mais profunda, significa construir comunidade. Dízimo é a devolução que fazemos ao nosso Senhor de tudo que ele nos dá, com carinho e muito amor. Devolver o dízimo a Deus, é o dever do bom cristão, um gesto bem generoso, prova de nossa gratidão. O dízimo nos educa para a gratidão e para a generosidade. Ele nos leva a abrir os horizontes da nossa mente, a abrir o nosso coração e as nossas mãos”, disse a coordenadora da Comunidade Jesus Pérola Preciosa, Lanusia Costa.

Todos os dízimos da terra são propriedades do senhor… São coisas consagradas ao Senhor”(Lv 27, 30).

Tragam o dizimo ao templo do Senhor, para que haja alimento em minha casa” (ML 3,10).

Abdias Duque de Abrantes
Jornalista MTB-PB Nº 604