A capela de Nosso Senhor do Bonfim na Comunidade do Bonfim-zona rural de Vieirópolis-PB realiza uma campanha junto aos fiéis para arrecadar recursos para o término das obras. O espaço da fé cristã tem capacidade para receber 300 pessoas. As obras tiveram início em 2016. É um lugar de fé, ação social e outros eventos em prol da solidariedade. O terreno foi doado pelo empresário Bartolomeu de Oliveira (Berto de Nonato). Atualmente a igreja conta com apenas cinquenta cadeiras e três bancadas.

A festa do Nosso Senhor do Bonfim na Comunidade do Bonfim será realizada no mês de dezembro com música ao vivo, comidas típicas, leilão, celebrações nas noites que antecedem a noite da festa com pregadores da comunidade e cidades vizinhas. A tradicional festa conta com as presenças dos fiéis da comunidade, comunidades circunvizinhas e dos filhos ausentes. Senhor do Bonfim, segundo a devoção católica, é uma figuração de Jesus Cristo em que este é venerado na visão de sua ascensão.

A Comissão de Organização e Planejamento da igreja é formada pelo coordenador litúrgico, servidor público, José Eliézio da Silva, a coordenadora do Curso de Preparação para o Matrimônio, professora Adriana Silva, catequista Levi José de Andrade, salmista Betânia Andrade e a membro do terço das mulheres, Ana Maria Andrade Lima.

De acordo com o pároco, Eliseu Soares de Oliveira, as obras avançam graças ao amor e à doação de vários setores da sociedade, mas o templo ainda necessita de cimento, tinta, cerâmica, ventiladores de parede, cadeiras, bancadas e portas.

COMO DOAR

Precisamos de doações. Qualquer pessoa pode contribuir das mais diversas formas: doações em dinheiro, trabalho voluntário, materiais, tintas, cadeiras, bancadas, etc. Estamos recebendo tanto por depósito bancário, como diretamente na secretaria da capela. Os interessados em apoiar, podem realizar doações através de depósitos bancários na conta poupança 013 000392002-9, agência 0558 – Caixa Econômica Federal em nome de Maria Dauriana de Sena.

Depois o rei Davi disse a todo o povo:

— O meu filho Salomão é o único a quem Deus escolheu, mas ele ainda é jovem e sem experiência. O trabalho a ser feito é enorme porque não se trata da construção de um palácio onde vão morar pessoas, mas de um templo para Deus, o SENHOR. Para construir o Templo do meu Deus, preparei com todo o esforço o material necessário, isto é, ouro, prata, bronze, ferro, madeira, pedras de ônix, pedras preciosas, pedras de

várias cores para os mosaicos e muito mármore. Mas, além de todos os preparativos que fiz para o Templo, dei também prata e ouro que me pertencem, pois amo o Templo do meu Deus.

Crônicas 29:1

Abdias Duque de Abrantes

Jornalista MTB-PB Nº 604