sousaO Sousa Esporte Clube é a agremiação profissional do Estado da Paraíba que mais cresceu nas últimas duas décadas e atualmente é a quarta força do futebol estadual.

Sediado no interior do estado, o Dinossauro Verde não encontra no Sertão rivais para comparativos a partir de números oficiais.

O atual Ranking Nacional dos Clubes – ano 2016 – da Confederação Brasileira de Futebol elenca cinco clubes paraibanos. Por ordem: Botafogo, Treze, Campinense, Sousa e Auto Esporte.

O Ranking da Média dos Torcedores pagantes na Série D do Campeonato Brasileiro de 2016, com 68 participantes, traz o Campinense em oitavo e o Sousa em nono, com ocupações médias, respectivamente, de 17% e 79%.

Primeiro sertanejo (porque Campinense e Treze também são do interior) a quebrar a hegemonia do eixo Campina Grande / João Pessoa, com o título estadual de 1994, e também o primeiro sertanejo a conseguir um segundo título estadual, o de 2009, o Sousa é o primeiro campeão da Copa Paraíba, a de 2001 [essa última tinha como naming rights o Jornal da Paraíba].

crbst_novo_20escudo0-1O Sousa ainda registra participações na Copa do Brasil de 1995 (o adversário foi o Flamengo-RJ), de 2008 (Vitória-BA), de 2010 (Vasco-RJ) e de 2013 (Coritiba-PR).

O Alviverde também participou da Copa do Nordeste de 2013.

Em Campeonatos Brasileiros a melhor campanha do Dino foi o sexto lugar na Série C de 1995. Em 2012 chegou às oitavas de final do Brasileirão Série D. O Sousa ainda disputou o Brasileiro Série C de 1994 e de 2003, assim como a Série D de 2016.

Em 2017 o desafio se apresenta pela alcunha de acesso: à Copa do Brasil 2018, à Copa do Nordeste 2018 e ao Campeonato Brasileiro Série C 2018. Os Campeonatos Paraibano 2017 e Série D do Brasileirão 2017 são apenas os meios, os caminhos.

#VamosDinossauro

EM TEMPO I: sem a intenção de polemizar, indagamos por que algumas franquias da mídia fascista/golpista brasileira ainda empreendem o preconceito de excluir um representante paraibano na Série D do Campeonato Brasileiro, ainda que, e até mesmo, de suas matérias acriançadas, optando por tentar adivinhar/destacar o futuro de um clube fora de série (dizemos com todo o respeito às religiões afros e sem querer desrespeitar aos fora de série).

EM TEMPO II: e para não deixar de citar os coadjuvantes: Nacional e Esportes de Patos estão na segunda divisão do Campeonato Paraibano e Atlético e Paraíba de Cajazeiras continuam se alternando em rebaixamentos sucessivos na última década. Cruzeiro de Itaporanga e Nacional de Pombal merecem atenção.

Texto Wellington Ferreira

garotao_articulista_blogdogarotao2017