O dia 10 de julho o Dia Nacional de Mobilização ‘Fora, Bolsonaro’ deve ficar marcado como um grande dia de mobilização. O Sindicato dos Servidores Municipais de Bernardino Batista e Poço Dantas participou da Campanha ‘Fora, Bolsonaro’, cuja finalidade foi discutir com a sociedade civil as crises econômica e sanitária, a atuação ou falta de atuação do governo Bolsonaro e o fato concreto de que uma mudança só será possível com outro governo, hábil, que enxergue a classe trabalhadora e tenha um projeto de país, uma política econômica de desenvolvimento sustentável.

A sindicalista e professora Anastácia Maria Andrade Sousa assumiu a presidência do Sindicato dos Servidores Municipais de Bernardino Batista e Poço Dantas. Ela substitui o sindicalista e professor Hiltom Paulo Araújo Almeida. O Sindicato dos Servidores Municipais de Bernardino Batista e Poço Dantas é filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT). O sindicato foi fundado foi fundado em 2009 e regionalizado com o Sindicato de Poço Dantas em 2017.

Anastácia Andrade é professora efetiva das Redes Municipais de Ensino dos Municípios de Bernardino Batista e Poço Dantas. Faz parte da luta sindical há bastante tempo. É graduada em Pedagogia pela Faculdade São Francisco de Cajazeiras-PB (FASP). Estudou no Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), Campus de Sousa-PB.

“Neste Dia Nacional de Mobilização ‘Fora, Bolsonaro’ quero dizer que sou contra política genocida de Bolsonaro frente à pandemia da COVID-19, o extermínio dos povos indígenas, a retirada de direitos da classe trabalhadora, a destruição do meio ambiente que tem acontecido de forma descarada, o desrespeito as minorias, o desemprego e as crises econômica e social. Por essa razão conta minha esperança e com toda força do meu pensamento em um futuro melhor para as nossas crianças e nossas futuras gerações. Nossa bandeira é em defesa da vida, com garantia de emprego e renda digna para todos”, denunciou a presidenta do Sindicato dos Servidores Municipais de Bernardino Batista e Poço Dantas, professora Anastácia Andrade.

Abdias Duque de Abrantes
Jornalista MTB-PB Nº 604