Conta uma emocionante história que nos jogos olímpicos de Barcelona em 1992 foram
marcados por uma cena que impressionou o mundo. Derek Redmonde, um britânico cotado
como um dos favoritos a vencer a semifinal da corrida de quatrocentos metros, faltando
poucos metros para completar a prova, sofreu uma lesão na perna direita. Derek caiu na pista
agonizando de dor. Um tendão havia se rompido, o que, aos olhos médicos, o impossibilitaria
de completar a corrida. No entanto Redmond, com muito esforço, ficou de pé novamente e
prosseguiu para a linha de chegada. Alguns médicos foram até ele para socorrê-lo, porém ele
recusou o atendimento alegando que gostaria de completar a prova. Numa tentativa
enlouquecida de fazer o que parecia impossível, Derek continuou mancando. Enquanto pulava,
Derek afastava as pessoas que o tentavam fazer desistir. De repente, quando Derek estava
chegando ao seu limite físico, quando suas forças estavam se esgotando, um homem forte
pulou as arquibancadas e invadiu a pista indo em direção ao atleta. Ele estava vestindo uma
camiseta que continha os seguintes dizeres: Você já abraçou seu filho hoje? Ele trajava
também um boné que dizia: JUST DO IT (APENAS FAÇA). Aquele homem que invadira a pista
era Jim Redmond, pai de Derek. Ao aproximar-se do filho, que estava chorando, Jim disse:
“Você não precisa fazer isso” .”Sim” – exclamou Derek. Seu pai, comovido com a dor do filho,
respondeu: ”Então vamos terminar juntos”. Jim passou o braço de Derek sobre seus ombros e
o ajudou a prosseguir até a linha de chegada. A multidão atônita aplaudiu a cena e o estádio
foi tomado por um sentimento de compaixão. Derek não ganhou nenhuma medalha,
tampouco quebrou algum recorde olímpico, porém protagonizou uma das cenas mais
emocionantes dos últimos tempos. Derek Redmond foi o personagem principal dessa
impressionante história. No entanto, se não fosse a ajuda de seu pai, Jim, ele não conseguiria
chegar até o final. Essa história de superação, envolvendo pai e filho, traz importantes lições
para os pais. Nossos filhos, por vezes, são acometidos de lesões que dificultam a caminhada
deles. Outras vezes, são atingidos na escola quando encontram dificuldades para compreender
uma matéria desconhecida. Às vezes, eles sofrem com a pressão exercida pela sociedade, que
trabalha para que sejam conformados a uma maneira específica de ser. Enfim, os filhos
sempre estarão suscetíveis a sofrerem problemas que os atrapalham a prosseguir. Nesses
momentos devemos entrar na pista e acudi-los, dar-lhes nossos ombros e ajudá-los em suas
dificuldades. Não podemos assistir a nossos filhos caírem e não fazer nada. Eles precisam de
nós. Nossa função como pais é ajudar nossos filhos a desenvolverem seu intelecto, se
posicionarem contra o curso deste mundo, vencerem as tentações do diabo, superarem seus
medos e traumas, crescerem em todos os aspectos; sobretudo na experiência deles com o
Senhor, porque a família que sabe educar no amor de Deus construirá laços que fortalecerão a
vida dos filhos para viver em harmonia e prosperar na totalidade e na dimensão de uma
sociedade justa e fraterna. Neste dia dos pais abrace, converse com seu filho demoradamente,
falando sobre suas experiências de vida, sobre suas dificuldades no cotidiano, suas percas,
sobretudo sobre suas vitórias e conquistas, sobre aquilo que possa servir de experiência no seu
dia a dia. Seu filho não precisa daquelas coisas materiais que talvez te deixarão felizes
momentaneamente, mas não orgulhosos do pai que tem, isto porque o filho precisa de um
abraço humano, de um toque de carinho, de respeito e dizer palavras de encorajamento,
porque a vida exige pessoas fortes, com caráter e poder de responsabilidade, otimismo e
confiança. Ser Pai é também ser um esposo dedicado, que sabe estimar sua esposa e ver nela
seu braço direito, seu porto seguro, porque jamais podemos ser um pai completo se não
formos, também, um companheiro especial. Amem suas esposas ou companheiras, façam
delas não um objeto diário de servidão, mas a mulher que te faz feliz e realizado como
homem na caminhada, que compartilha, soma e divide as tarefas e afazeres do dia a dia. A
vida exige pais brilhantes e filhos fascinados por seus exemplos de vida que os levará a serem
seres humanos com poder de decidir e assumir atitudes generosas; assim tudo que de bom
ocorrer será eterno e grato sobre seus conselhos e orientações. O dia dos pais é este momento
de confraternização e reflexão sobre a prática do dia-a-dia, é oportuno para desejar o bem e
reviver momentos junto com a família. SIGA ESTAS DICAS PARA SER UM PAI CUIDADOR E
CONHEÇA SEUS DIREITOS:
 Esteja em dia com a sua saúde: realize os exames de rotina e siga os tratamentos
recomendados;
 Divida as tarefas de cuidados e atividades domésticas;
 Brinque com seu filho e participe ativamente de sua educação;
 Ensine para seu filho que todas as pessoas são iguais e merecem serem tratadas com
respeito e dignidade;
 Tenha orgulho de ser um pai cuidador;
 Vejam seus direitos:
 Lei nº 9.263/96-Dá direito a todo cidadão brasileiro a todos os métodos
cientificamente aceitos de concepção e contracepção;
 Lei Federal nº 8.069/90-Direito ao acompanhante de crianças e adolescentes
internados.
 Lei Federal nº 11.108/05- Garante às parturientes o direito à presença de
acompanhante durante todo o período de trabalho de parto, parto e pós-parto
imediato, no âmbito do SUS. O acompanhante será indicado pela parturiente.
 Portaria nº 2.418/05-Define como pós-parto imediato o período de 10 dias após o
parto e dá cobertura para que o(a) acompanhante possa ter acomodação adequada a
receber as principais refeições;
 Portaria nº 48/99 Ministério da Saúde – Dispõe sobre o planejamento familiar e dá
outras providências;
 Licença -paternidade de 5 (cinco) dias- Concedida pela Constituição Federal/88 em seu
artigo 7º, XIX e art. 10 $, do Ato das Disposições Constitucionais Transitória(ADCT)
Portaria nº 1.944/09-Institui, no âmbito do SUS, a Política Nacional de Atenção Integral
à Saúde do Homem(PNAISH). Esta política tem como finalidade facilitar o acesso com
qualidade da população masculina às ações e aos serviços de assistência Integral à
saúde da rede SUS, mediante a atuação nos aspectos socioculturais, sob a perspectiva
de gênero, contribuindo de modo efetivo para a redução de morbidade e da
mortalidade e a melhoria das condições de saúde. Feliz Dia dos Pais! Especialmente, IN
MÉMORIA, Meu Pai Raimundo João de Oliveira que foi um exemplo de pai a ser
seguido por todos aqueles que desejam ser pais vitoriosos para com o sucesso dos
filhos….
VerluciTexto: Raimunda Verluci de Oliveira Sarmento. 02/08/2014

(verlucioliveira@gmail.com)