Começou, na ultima sexta dia primeiro de novembro no município de Vieirópolis, a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Febre Aftosa.

O produtor rural que não comunicar ou não vacinar pode pagar multa que varia de R$ 60 a R$ 100 por animal.

Mas a multa não é o maior prejuízo para o agricultor. A febre aftosa prejudica muito o rebanho. A doença é causada por um vírus que não tem cura. Todos os animais que são infectados têm que ser sacrificados e enterrados na propriedade.

Estivemos conversando com o extensionista e gerente da EMATER local de Vieirópolis Manoel Chagas e com o Dr Fabio Duarte, onde os mesmo nos repassaram informações importantíssimas a respeito da campanha de vacinação contra febre aftosa.