O Fisioterapeuta Vieropolense Aldair José Sarmento Silva, concluiu no dia 12 de dezembro de 2014 na Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN, o doutorado na área de medicamentos para a doença de Parkinson.

Após quatro anos de pesquisa e muita dedicação, todo esse sucesso se faz sentido quando remetida a estruturação familiar que lhe permitiu chegar aonde chegou. A conclusão do doutorado não é percebida como um fim, e sim, a abertura de novos passos, novas caminhadas e novas experiências.

Segundo Aldair, a transmissão, que surgiu antes mesmo de uma sistematização formal de conhecimentos, o fez acreditar em um investimento profissional que o impulsionaria para a conquista de seus objetivos.

“Sou grato àqueles que me concederam a confiança, que me ensinaram a determinação, que impulsionaram a seguir com a fé Divina”.

Fazendo valer a mensagem de seus pais, hoje tem mais um Dr. na família do Riacho. Seguindo a dimensão da frase que sempre seu pai falou: ‘a maior herança que deixo para os meus filhos é o estudo, pois essa ninguém toma’.

Hoje ele agradece em especial a:

Seus avós paternos (Chico Furtado e Mocinha Furtado – in memorian) que lhe ensinaram a seguir pelo caminho certo, transmitindo confiança e serenidade diante das circunstâncias da vida.

Aos seus pais (Zé Furtado e Maria José), que acreditaram no saber. Sua mãe com sua fiel e feliz transmissão, eterna professora. Seu pai, agricultor, com seu saber irredutível, que sempre soube apoiar em cada momento, se doou na roça para assim investir nos estudos dos seus oito filhos, a qual o ensinou a calar e a falar somente o necessário.