JOVENS NO DESEJO E NA CONQUISTA DE ESTUDAR E TRANSFORMAR SUA VIDA! PROFESSORES E PROFISSIONAIS NO DESEJO DE ENSINAR E MUDAR A REALIDADE ATRAVÉS DA EDUCAÇÃO.

No mundo atual tem se intensificado nos meios de comunicação social uma marca viva que a juventude precisa estar atenta que é estudar e procurar neste caminho seus ideais fundamentais para alcançar objetivos e no futuro maior estabilidade financeira, social e humana. Este mês de fevereiro ao finalizar as férias e na volta às aulas; quantas vezes já prometemos a nós mesmos que este ano vai ser diferente, que vamos nos dedicar aos estudos e passar de ano sem sustos? Porém na maioria dos casos esta motivação acaba diminuído ao longo dos meses e neste embalo da vida sempre vem uma pergunta? Como é possível manter o desejo pelos estudos ao longo do ano escolar? E afinal, estudar para que? A vida estudantil precisa ser mais ousada. Nos espaços escolares precisam criar oportunidades que possibilitem ao aluno serem questionados porque eles estudam? Quais os objetivos reais de vida? Pensar assim é levá-los ao dinamismo e a escola como prática crítica e consciente deve preparar o jovem para que eles percebam que estudar deve ser uma conquista, um querer individual de busca de cada um. Não pensar no mercado de trabalho, mas estudar como possibilidade continua e essencial para a qualificação da vida cotidiana de todas as pessoas. Estudar deve ser um desafio, não uma obrigação. Importante porque alimentar esta ideia é ver na aprendizagem sentido para a vida ou relacioná-la ao próprio projeto de vida. Toda criança e jovem deve ser influenciado e orientado pela família a desenvolver no seu interior um projeto de vida que este esteja em sintonia com a importância de estudar. Todos os envolvidos escola e família devem estar atentos para o que é prioritário na vida dos jovens? O projeto pedagógico e a relação professor e aluno devem possuir um dinamismo importante trazendo o que é real para vida e para a transformação dos jovens. A escola deve se preparar teoricamente e na ação prática trazer conteúdos satisfatórios e que os estudantes sintam o desafio e querer ao longo do ano cumprir objetivos, atingir metas, entender o que ele precisa saber e quer saber sobre os assuntos variados, resumindo uma troca de conhecimentos e experiências. Neste sentido a Escola deve ser uma mediadora de sonhos, conhecimentos e apresentar uma didática que possibilite ao professor ensinar e ao aluno aprender. Manter aceso o desejo de estudar e que aprender é conhecer numa relação, numa simbiose, onde professor e aluno juntos constroem a aprendizagem. Deixo uma dica para professores promover uma reflexão em sala de aula sobre a importância de estudar: “Organizar a sala em círculo. Podendo sentar no chão, caso o grupo queira. Distribuir para cada aluno uma folha e caneta colorida, e pedir que cada um responda individualmente cada questão: 1º) O que motiva você jovem a frequentar a escola? 2º) Quais dificuldades mais encontradas para estudar? 3º) Que sentido tem o conhecimento para você? 4º) Estudar faz parte da conquista de seus sonhos para o futuro? 5º)De que forma?6º) O que te leva a estudar? Reflitam em sala de aula e motivem os estudantes a buscarem novos horizontes, despertando neles o desejo profundo em seguir uma carreira estudantil com sonhos, metas e faça do seu aluno o catalizador de conhecimentos, transformando este conhecimento em experiências vivas para a vida.jovensPortanto, estudar é conhecer a realidade, descobrir caminhos, enfrentar desafios na leitura, na escrita, na lógica da matemática e no contexto geral de ser estudante é ser mais crítico e criativo na busca da aprendizagem e ao ato de viver com maior plenitude da sabedoria. Como é importante ser estudante? Como é importante ver as escolas de um município funcionando? E neste embalo é fervoroso e prazeroso ver os estresses dos professores quando sente motivado a ver seus alunos aprendendo e buscando ajuda de outros profissionais para somar esforços na medida de enquadrar cada caso a ser analisado e estudado, objetivando mostrar para se mesmo que todos são capazes de aprender e que seu motivo pessoal e profissional deve ser merecedor de ver uma turma com 30 alunos todos aprendendo. Esta satisfação é o motivo real que faz de um professor passar por autos e baixos e não desistir de uma profissão árdua, mas que traz o prazer ver alunos aprendendo, alunos entrando em universidades, alunos fazendo especializações e neste embalo todos aprendendo e crescendo como ser humano. Alunos valorizem seus professores e vejam neles um ser capaz de mudar seu mundo, onde todos possam viver com dignidade e ser capaz de crescer como pessoa e ser humano. A humanidade deve caminhar ao rumo da construção da educação, porque quem se educa está educando um coração e um coração educado causa boas atitudes e o mundo será menos violento e mais humano. A educação deve ser um instrumento de transformação para que a vida de nossos filhos tenham mais sentido e que o mercado de trabalho seja um local de realizações e não de competições venenosas, que faz o outro assumir atitudes perigosas para assumir seu emprego. Viver com qualidade de vida é espalhar sabedoria e amor e educação deve ter esta marca nos espaços escolares.
Texto: Raimunda Verluci de Oliveira sarmento. 02/02/2015. (verlucioliveira@gmail.com )