O Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Secretaria de Desenvolvimento Humano, convocou mais 2.028 candidatos para o preenchimento de vagas remanescentes da segunda edição do Programa Habilitação Social. Foram convocados candidatos que fizeram a inscrição online, em 2014, dentro do prazo, e constam no cadastro reserva do programa.

A lista com os nomes dos convocados está disponível no sitewww.habilitacaosocial.pb.gov.br/inscritos_2014.php e os candidatos devem apresentar a documentação de 10 a 21 deste mês, obedecendo a data e o local indicados no site do programa.

Na cidade de Sousa os candidatos deverão comparece no posto sine Sousa Cliqui aqui e veja lista convocadas da 10ª REGIÃO DE SOUSAVEJA LISTA COMPLETA DOS CONVOCADOS DA REGIÃO DE SOUSA.

Na segunda edição do Programa de Habilitação Social, lançada em 6 de janeiro deste ano, mais de 41 mil candidatos se inscreveram para disputar as 3 mil vagas oferecidas.

Dos candidatos selecionados, 996 não compareceram para confirmar a inscrição e 1.032 não conseguiram apresentar documentos comprovando informações prestadas durante a inscrição online.

Os 972 candidatos que apresentaram a documentação correta e confirmaram a inscrição foram encaminhados aos Centros de Formação de Condutores e já iniciaram exames e aulas teóricas e práticas exigidas pelo Código de Trânsito Brasileiro para acesso à Carteira Nacional de Habilitação.

O Programa – O Habilitação Social foi criado em maio de 2012, pelo governador Ricardo Coutinho. É um programa de formação, qualificação e habilitação profissional de condutores de veículos automotores, cuja finalidade é possibilitar o acesso das pessoas de baixo poder aquisitivo, gratuitamente, à obtenção de Autorização para Condução de Ciclomotores (ACC) e da primeira CNH nas categorias A ou B, na hipótese de adição de categoria A ou B, bem como à mudança de categorias para C, D ou E.

O Programa de Habilitação Social reserva 50% das vagas para inscritos no Cadastro único do Programa Bolsa Família. As demais vagas são distribuídas da seguinte forma: 15% para pessoas com renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que comprovem nunca haver tido experiência formal junto ao mercado de trabalho ou que estejam desempregadas há mais de um ano; 20% para alunos matriculados na rede pública de ensino nos programas Pró-Jovem e Brasil Alfabetizado; 10% para pessoas egressas e liberadas do sistema penitenciário, bem como aqueles que tenham cumprido medida sócio-educativa de internação, nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente, de acordo com requisitos estabelecidos pela portaria da superintendência do Detran e 5% para beneficiários do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), inclusive o pequenos agricultores, assim como de outros programas sociais.

Por meio do programa, o candidato é dispensado do pagamento das taxas relativas aos exames de aptidão física e mental; das taxas na adição de categoria; das taxas na mudança de categoria; do pagamento da Licença para Aprendizado de Direção Veicular (LADV); das taxas no pagamento para permissão para dirigir A ou B e do pagamento de taxas para realização dos cursos teórico-técnicos e de prática de direção veicular.

Ainda de acordo com o regulamento do Programa, 80% das vagas serão para candidatos à obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação e 20% para os candidatos à mudança categoria. As vagas destinadas aos candidatos que se inscreverem para a primeira habilitação serão subdivididas em 70% para a categoria A (motos) e 30% para a categoria B (carros). Pelo Programa, os candidatos beneficiados com a habilitação na categoria “A” (motociclistas) recebem um capacete, como forma de incentivo ao uso do equipamento de segurança.

Vagas por segmentos:

  • Bolsa Família – 1.500 vagas (50%)
  • Renda familiar até um salário mínimo e meio – 450 vagas (15%)
  • Alunos da rede pública cadastrados no Pro-Jovem e no Brasil Alfabetizado – 600 vagas (20%)
  • Egressos do Sistema Penitenciário – 300 vagas (10%)
  • Beneficiário do PAA – 150 vagas (5%)