Falar sobre o dia das crianças é buscar no seu mundo encantado palavras e expressões que  vem simbolizar seu universo  e fazer dele um espaço para proporcionar momentos de amor, carinho e atenção numa sociedade marcada pelo preconceito e falta de cidadania. Desde o princípio quando lemos os evangelhos vários testemunhos evidenciam como Jesus acolhia as crianças. Estas por sua vez, tem um lugar privilegiado no pequeno rebanho de Jesus.Num mundo onde as crianças não eram consideradas como seres humanos plenamente realizados, Jesus as acolhe com gestos de afeto, faz com que sejam  referência de sua palavra quando as coloca no meio dos discípulos e as abençoa. Neste sentido, a palavra de Deus, mostra que Jesus considera as crianças como pessoas abençoadas e dignas do Reino de Deus. Portanto, elas merecem o mesmo acolhimento que é dado a Jesus e ao pai celestial. Elas devem ser valorizadas pelo que elas são e tem que é o amor preferencial de Deus (cf. LC 9,46). Diante do cenário de conflitos sociais e urbano que devemos repensar como Jesus acolheu as crianças e assim devemos lutar por políticas preventivas contra o tráfico infantil, a exploração sexual, o trabalho infantil, o desprezo e o abandono que muitas  famílias espalhadas mundo afora causa   trazendo consequências  as mais devastas e funestas que pode acarretar na vida de uma criança vítimas destas  horríveis formas de violência.  No contexto histórico, o dia da criança foi “inventado” no  Brasil por um político, o Deputado Federal Galdino do Valle Filho na década de 1920; e foi oficializado pelo Presidente Arthur Bernardes, por meio do decreto nº 4867, de 05 de novembro de 1924. Mas somente em 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção conjunta com a Johnson & Johnson para lançar a “Semana do Bebê Robusto” e aumentar as vendas, é que a data passou a ser comemorada. Esta estratégia deu certo porque até hoje só tem aumentado as comemorações quando se aproxima esta data. Já em outros países comemora o dia das crianças em datas diferentes do Brasil. Na Índia, por exemplo, a data é comemorada em 15 de novembro. Em Portugal e Moçambique a comemoração acontece no dia 1º de junho.

catsE assim segue as comemorações no Brasil e no mundo, não perdendo sua originalidade e verdadeiro objetivo que é festejar a data de pessoas tão importantes para a vida, para o amor e a esperança. É um tempo especial e de  infinitos prazeres quando falamos em crianças, porque vem logo á tona a presença forte dos pais; assim como conta esta historia: “Joazinho era um garoto esperto; mas que um dia em suas partidas de futebol no pátio de sua casa, a bola caiu no poço, alguns metros lá adiante. Agonizando, foi ter com seu pai, pedindo ajuda. ”papai sempre resolve tudo”, pensava o garoto consigo”.  Instantes depois,  debruçado sobre a beira do poço, ambos viram a bola flutuando no espelho da água. E o pai falou: “a solução é difícil, meu filho, e segurando o garoto pelos pés, suspendeu-o de cabeça para baixo, poço adentro. Joaozinho apanhou a bola com as mãos, sem dificuldade nenhuma. E, ao trazê-lo de volta, são e salvo, o pai perguntou:  ”você não teve medo, meu filho suspenso lá dentro por cima da água? De jeito nenhum papai. Eu senti suas mãos fortes segurando-me com firmeza.  Eu sabia  que tudo ia dar certo”. Este pequeno episódio é uma lição para que neste dia das crianças os pais possam ser despertados e revejam a importância que eles representam na vida de seus filhos, especialmente quando criança. No sentido geral, uma criança como foi retratado no início do texto, ela deve ser obrigatoriamente amparada pela família que sustentado no amor de Deus será capaz de fortalecer e pensar num futuro melhor, onde todas as crianças, sem extinção sejam agentes de mudança para a construção de um Brasil mais cristão, justo, humano e solidário; isto porque os filhos também precisam herdar a fé e a espiritualidade dos pais. Um mundo onde o preconceito, a discriminação não faça de uma criança uma vítima da violência e outras formas te tirar-lhes seus direitos mais sagrado que é viver com uma família, tendo amor, saúde, educação  e assistência integral. Feliz dia da criança e deixo uma dica de um filme para que os pais assistindo-o possa levar esta lição de vida no seio de sua família dando-o o amparo fundamental para o crescimento e fortalecimento de todos. O filme: Uma Lição de Amor. Meus singelos parabéns à todas as crianças do Brasil e especialmente do município de Vieirópolis.

 

Texto:

 

VerluciRaimunda Verluci de Oliveira Sarmento(verlucioliveira@gmail.com)

 

10/10/2014