A coordenadora do GARANTIA SAFRA no estado da Paraíba Ivanilza Marcedo esteve na manhã da ultima terça feira na cidade de Vieirópolis, onde se reuniu com o CONSELHO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL, e  representantes da sociedade civil organizada: A reunião aconteceu as 9:00 horas manhã na Câmara Municipal dos Vereadores e contou com a presença do prefeito Antônio de Braga  do secretario de agricultura Jose Soares do Arte (Zé de Babão) do Secretario de Administração Francisco Ferreira dos Santos ( Tiquinho )e de mais autoridades.

Na oportunidade Ivanilza Marcedo falou do objetivo da sua vinda ao município de Vieirópolis segundo ela sua vinda visa tão somente fazer o controle social do programa. Aproveitou para falar um pouco sobre o objetivo do programa que é garantir renda mínima para a sobrevivência de agricultores de localidades atingidas sistematicamente por situação de emergência ou calamidade pública por causa de estiagem ou excesso hídrico e que os recursos para o pagamento do benefício são constituídos das contribuições dos próprios agricultores (taxa de adesão), dos municípios, dos estados e da União. Essas contribuições formam o Fundo Garantia Safra.

Ficando portanto da seguinte forma, a contra partida.

Agricultor paga 17,75

Município paga 38,25 por cada agricultor

Estado paga 76,50  por cada agricultor

União paga 255 por agricultor

Perguntada sobre quais as condições para aderir ao programa garantia Safra Ivanilza Marcedo respondeu.
– Ser agricultor familiar, conforme definido no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura – – Familiar – PRONAF;
– Não ter renda familiar mensal superior a um e meio salários mínimos;
– A adesão deve ser antecedente ao início do plantio;
– No instrumento de adesão deve constar a área total a ser plantada com as culturas (feijão, milho, arroz, mandioca ou algodão), não podendo superar dez hectares.

Veja todas as fotos => AQUI