O bairro de Tambiá, em João Pessoa, foi palco de um crime ainda sem explicações. O ator e diretor Marcos Pinto de 41 anos foi encontrado morto, amarrado e abandonado em seu apartamento na noite desta terça-feira (16). O corpo estava em decomposição e exalava forte odor. A causa da morte vai ser determinada após exames e perícia. O corpo do ator foi levado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal.

Segundo informações, a última vez que ele foi visto foi no último sábado, dia 13 de dezembro.

O ator era conhecido pelas inúmeras peças infantis realizadas em, pelo menos, 15 anos de teatro e também pelas participações em diversas edições da Paixão de Cristo, na capital. De acordo com amigos, Marcos Pinto morava em João Pessoa há, pelo menos, 20 anos.

As imagens das câmeras de segurança do prédio serão entregues a polícia, para serem usadas na investigação do assassinato.

A polícia suspeita de homicídio e possível crime homofóbico, mas ainda não identificou nenhum suspeito. Vizinhos disseram que homens eram vistos no local e no sábado, a vítima chegou com um amigo.