A recomendação de Nº 003/2020, expedida de forma conjunta pelo Ministério Público Federal e Promotoria da Saúde do Ministério Público da Paraíba, ambos com atuação comarca de Sousa, sertão paraibano, trás recomendações para as emissoras de rádio da cidade. De acordo com informações obtidas pela reportagem do Portal Debate Paraíba, as recomendações sugiram após denúncias formuladas contra o radialista Ademar Nonato do programa FM Alerta da Rádio 104 FM.

Ademar Nonato foi denunciado pela gestão de Fábio Tyrone e pelo popular Fernando Perissê. (Foto: Reprodução).

A primeira denúncia contra o radialista, notícia de fato Nº 046.2020.000683, foi formulada a 7ª Promotoria de Justiça da Comarca de Sousa, pelos advogados da prefeitura, no dia 27 de março de 2020. Ademar é acusado pela gestão do Prefeito de Sousa Fábio Tyrone de crime doloso de periclitação a vida e a saúde das pessoas. Segundo a gestão Tyrone, o programa FM Alerta, apresentado por Ademar, tem criando uma situação de perigo a sociedade sousense ao incitar a população para contagio da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Já na segunda denúncia contra o radialista Ademar Nonato, foi formulada ao Ministério Público Federal por Fernando Júlio Perissê de Oliveira que acusa o radialista de divulgar matérias que supostamente seriam ‘Fakes News’, distribuídas pelo chamado Gabinete do Ódio do Governo Federal, hoje sob investigação do Congresso Nacional, STF e Polícia Federal. Clique aqui e veja a denúncia de Perissê.

Como consequência das denúncias acima formuladas, provavelmente, o Ministério Público Federal e a 7ª Promotoria do Ministério Público da Paraíba, ambos com atuação comarca de Sousa, emitiram de forma conjunta a recomendação às emissoras de rádio da cidade, no sentido que se abstenha de promover, patrocinar campanhas de desinformação a população com menos prezo da gravidade da Covid-19, sem respaldo técnico. Clique aqui e veja as recomendações do Ministério Público.

Leia também: Ademar Nonato responde criticas de Tyrone a imprensa, diz que prefeito não tem vergonha na cara, e revela ter recebido ligações do gestor

A recomendação, que foi expedida nesta sexta-feira (15), também propõem que as emissoras insiram na sua grade de programação durante o período de 15 dias, um spot com as medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus.

https://www.debateparaiba.com.br/