Após 4 dias do seu desaparecimento, foi encontrada na tarde desta sexta feira por volta 14h25min hs o corpo da senhora Geraldina Francisca de Aquino, de 61 anos, a mesma que residia no Sitio Caiçara dos Gabrieis

foi vista pela última vez na noite da terça-feira (16/7) quando sumiu e não mais foi vista. Sendo que a mesma não retornou para casa e nem deu notícias aos familiares.

Geraldina como era conhecida já vinha a algum tempo passando por problemas de saúde entre eles a depressão.

Após os seu desaparecimento familiares e amigos encamparam uma verdadeira luta, de busca na tentativa de encontra a mesma ainda com vida, com isso contaram com apoio especial da policia militar, corpo de bombeiros equipado com DRONES e cães farejadores, mais apesar de todos os esforços e a união da comunidade não foi possível encontrar a mesma.

Na tarde da sexta feira o jovem Anuar convida os irmãos  João Filho e  Eduardo para realizarem uma busca na tentativa de encontrar a senhora Geraldina, haja vista os jovens serem   bombeiros  civil e que  ja tem  uma certa experiencia e preparo para enfretar os desafios que a  caatinga oferece. Os Jovens  antes mesmo de sairem para busca pranejaram e analizaram os possiveis locais que ela poderia estar, e resolveram irem na  direção do Sitio Formosa, e na propriedade do senhor Profiro acabaram encontrando-a  já deitada ao solo e sem vida, isso por volta das 14:45 da tarde. Segundo eles ela teria falecido por volta das 10 ou 11 horas daquele mesmo dia.

De onde o corpo da mesma foi encontrado ate a sua residência seria uma distância aproximadamente 6 km quilômetros, um local de difícil acesso por conta de uma grande vegetação.

O corpo estava aproximadamente cerca de 10 a 15 minutos da estrada mais proxima  que seria a estrada que dar acesso ao Sitio Formosa , era um trajeto que teria que ser feito a pé.

A policia foi acionada para comparecer ao local, e enquanto isso o numero de curiosos aumentava a cada instante, e por volta das 17 h da tarde, o delegado autorizou a liberação do corpo o qual foi encaminhado ao hospital Regional de Sousa e logo em seguida liberado para que a família pudesse assim organizar  o velório.