Filhos, netos, bisnetos e amigos celebraram com um churrasco na noite de domingo (29) de setembro na Comunidade de Mato Grosso-Uiraúna-PB, o aniversário da matriarca Noemi Virgínio de Santana, A aniversariante é viúva do saudoso pecuarista José Joaquim de Santana (Deca Barbosa), irmão do agropecuarista Assis Barbosa “in memoriam”. Dona Noemi Virgínio nasceu em Sousa-PB em 25 de setembro de 1930 filha do saudoso João Virgínio dos Santos e Dona Deolinda Virgínio dos Santos.

São seus filhos o produtor rural Joaquim de Deca, o comerciante Nivaldo Barbosa, o produtor rural Francisco Barbosa de Santana (Chico de Deca), Maria de Deca, o produtor rural João de Deca, José Barbosa de Santana (Dedé de Deca) “in memoriam” e o saudoso comerciante Genival Barbosa de Santana. Tem 29 netos, 44 bisnetos e 08 trinetos.

Dona Noemi Virgínio sempre foi mãe, avó e bisavó zelosa. Várias são as razões que contribuíram para que Dona Noemi chegasse até os seus 89 anos, dentre elas o amor pela família e pelo trabalho. Uma referência para a família. Dona Noemi é um ser iluminado. Sua vida foi dedicada a família e criou os filhos dentro dos princípios religiosos da Igreja Católica.

Dona Noemi Virgínio é símbolo de força, fibra, determinação, coragem e bravura. Sua casa está sempre de portas abertas para receber parentes e amigos. Dona Noêmia encontrou na fé cristã a firmeza para ultrapassar as perdas da vida: dos seus pais João Virgínio dos Santos e Dona Deolinda Virgínio dos Santos, do esposo Deca Barbosa e dos seus filhos Dedé e Genival. É carismática, querida e considerada uma das cidadãs ilustres do Município de Uiraúna.

“Minha avó é uma mulher simples, com firmeza de caráter, convicção em dizer não, quando necessário. Possui flexibilidade e delicadeza quando convenientes. Ela sabe decidir, com firmeza e segurança, o que é melhor. Essa herança recebemos e colocamos em prática sempre e para todo o sempre”, revela a neta e servidora pública Noêmia Virgínio Neta (Dinha).

“Foi a maneira que encontramos de homenageá-la e mostrar todo o nosso carinho e agradecimento por todos esses anos. Minha avó é uma pessoa muito forte e determinada, sempre deu bons ensinamentos aos filhos, netos e bisnetos, principalmente, a honestidade ”, disse o neto e comerciante Galego Pedro.

Abdias Duque de Abrantes
Jornalista MTB-PB Nº 604