A QUESTÃO DA ÁGUA: UM TEMA A SER DISCUTIDO

No mundo contemporâneo um dos grandes problemas que se apresenta como ameaça a natureza está diretamente ligado à escassez de água e no mês  de junho, especialmente  no dia 05; data que oficializa as comemorações do meio ambiente. Trago este assunto para que a população conheça esta questão com mais detalhes; porque a água como todos sabem serve para que a vida no planeta seja preservada, mas o homem não tem expressado no seu dia a dia atitudes concretas de planejamento de água e o seu desperdício continua ao Deus nos dará. É preciso  estarmos   atento a este aspecto da natureza e apresentar os seguintes dados: Atualmente cerca de 40% da população do planeta sofrem com a escassez de água, e esta escassez afetará a população mundial em 2050 devido ao uso excessivo de recursos hídricos para a produção de alimentos entre outras utilidades e necessidades humanas. A água na vida do ser humano, ajuda a digerir e absorver todos os nutrientes e eliminar resíduos tóxicos do seu organismo e sua falta dificulta os processos de eliminação destas substâncias. Portanto, intestinos, pulmões e rins necessitam de água para limpar o organismo. A hora mais apropriada para ingerir a água é sempre pela manhã, ajuda o organismo a eliminar o excesso de ácido úrico e toxinas. A quantidade depende da sede e do peso de cada pessoa; já beber durante as refeições dificulta a digestão. Percebendo a grande importância que tem a água para o organismo e para o planeta terra e muitos estudiosos apontam que o grande problema da humanidade será a água; e sem água ninguém vive! Precisamos de campanhas ecológicas, na cidade e no campo para que todos nós tenhamos consciência clara da urgência que tem a preservação da natureza, em especial a água. Ela é um bem comum, precisa ser tratada com carinho, como de fosse nossa alma. Precisamos urgentemente trabalhar nossa consciência quanto ao  consumo e economia da água, em hipótese alguma desperdiçar e usá-la adequadamente,  conforme nossas necessidades básicas; isto porque a sua escassez é um problema que se agrava em todo o mundo, inclusive no Brasil. O cenário é extremamente preocupante, especialmente no contexto das mudanças climáticas. Segundo a ciência   secas extremas estarão cada vez mais freqüentes ao longo destes séculos. Devemos nos preparar para esta realidade e não  tratar a seca de 2014 e 2015 como um evento isolado. Existem alternativas para lidar com o problema da escassez, mas depende de uma política de controle da água  a nível de  federação, isto porque, o Governo Federal deve criar alternativas viáveis de abastecimentos de água em nossa região de forma definitiva e não paliativa. A transposição do Rio São Francisco será uma  destas alternativa, mas a população precisa cobrar com urgência esta viabilidade para que chegue logo. Enquanto esta política não chegar vejamos algumas dicas de consumo consciente de água:

  • Evite banhos longos


2  – Escove os dentes com a torneira fechada

–  Aposente a mangueira na hora de lavar a calçada

 Fique atento e conserte vazamentos

 Além do mais, ao invés se usar a mangueira, reutilize a água que sai do enxágüe da máquina de lavar para limpar a calçada de sua casa. Se você fizer isso uma vez por semana, economizará mais de 14 mil metros de água por ano, o equivalente a um e meio pipa cheio de água. A minha, a sua e nossa consciência fará a diferença em toda economia de água. Nossa vida está diretamente ligada a água, portanto vamos economizar, pedir e rogar a Deus que nos conceda milagres em nossa região enviando muita água, como naqueles tempos de enchentes, onde os carros não passavam por causas das pontes cheias que davam acesso à cidade de Vieirópolis. Que saudades! Mas nossa fé pode mover montanhas e estes tempos voltarem.

Verluci

Texto:

Raimunda Verluci de Oliveira Sarmento ( verlucioliveira@gmail.com)

31/05/2015.